sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

ESPERA

Fiquei aqui por horas
fiquei esperando o dia
na porta que não se abria
para os teus olhos de encontro.
Fiquei esperando o sol
que mora nos olhos teus
e não abrem mais os dias.
Fiquei aqui por horas
e a porta não se abria
nem o sol, nem os dias.
E agora,
nem sol,
nem hora,
nem dia.
Só o pranto.
(e os meus olhos
que sonham com os olhos teus).

[Saramar}

Um comentário:

  1. que triste amiga ,olha continua tuas letras pois são apaixonantes..beijos

    ResponderExcluir