sexta-feira, 12 de junho de 2009

TEU NOME...MAR





Naufrago.
Nos lábios,
uma palavra queima,
acende o líquido reflexo
que me abarca o corpo.

O tempo, coral sem cor
onde ecoa e teima, a palavra.

O tempo detém o passo,
o líquido traço?
Não.

Morro.
Nos lábios,
teu nome.

[Saramar]

Um comentário:

  1. nome que se torna eterno em que tudo se envolve de melancolia.
    beijo

    ResponderExcluir